Sistema Tecnológico de apoio à promoção e avaliação do impacto social, económico e ambiental do circuito curto SmartFarmer.pt na Beira Interior

A plataforma Smart Farmer tem como objetivo na dinamização dos circuitos curtos de produção e associa a aplicação de recursos tecnológicos a meios rurais, procurando minimizar “as desigualdades sociais, a pobreza e a exclusão social que têm adquirido um impacto considerável na forma de funcionar das sociedades, com repercussões no funcionamento do sistema económico” (Rodrigues, 2015, p. 216)aproximando populações que se encontram em risco de exclusão social e económica, destas ferramentas inovadoras e viabiliza a melhoria da sua qualidade de vida na promoção de meios de existência social sustentável.

Promove a produção agrícola e a economia local e regional, apostando na qualidade de vida das pessoas, com preocupações ambientais fundamentais à sustentabilidade (e dignidade) humana. Procura desenvolver, através de processos de investigação reflexivos, mediante o envolvimento envolvendo professores, alunos, investigadores, profissionais da área social e da gestão das organizações e cidadãos utilizadores dos serviços sociais (lares, escolas, mercados), metodologias participativas e etnográficas, promotoras não apenas de competências éticas e empreendedoras mas igualmente de conhecimento (a difundir) e legislação capaz sustentar programas de desenvolvimento social, numa dimensão solidária.

Circuitos curtos

Os circuitos curtos de comercialização constituem-se como um modo de comercialização dos produtos agroalimentares que se efetua por venda direta do produtor ao consumidor ou por venda indireta através de um único intermediário. A ele se associa uma proximidade geográfica (concelho de produção e concelhos limítrofes) e relacional entre produtores e consumidores (Rede Rural, 2017)